Governo do Estado de Rondônia

Notícia

Novidades 07 de março de 2019

Em Rondônia, mulheres operam principal ferramenta de tramitação de processos do governo


Todos os dias elas entram às 7h30, no Centro Político Administrativo Palácio Rio Madeira, no prédio Rio Cautário, 6º andar. Abrem o chat de chamados do Sistema Eletrônicos de Informações (SEI), atendem aos telefonemas no número (69) 3212 9513 e também verificam o e-mail: processoeletrônico@epr.ro.gov.br. Todas essas ferramentas recebem cerca de cem chamados diariamente e são utilizadas por quatro mulheres.

Mulheres alcançam espaço na área de Tecnologia da Informação e Comunicação de Rondônia

Amanda Vieira, Daniela Mendes, Daniele Monteiro e Vitória Coelho são as mulheres do SEI. Elas fazem o primeiro atendimento e todos os treinamentos da principal ferramenta de tramitação de processo de todo o Governo de Rondônia. Nos treinamentos, cerca de 15 pessoas fecham as turmas sempre que disponibilizado pela Escola de Governo. Hoje com atendimento e treinamento, as meninas são a “cabeça do Estado”. Foi assim que já foram chamadas pela primeira dama e secretária da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), Luana Rocha, quando estava em treinamento, devido o sistema ter abrangência nos 52 municípios do estado.

Elas têm por formação a Pedagogia, o que tem facilitado os treinamentos para os servidores do Estado. Com experiências anteriores que vão desde papelaria, distribuidora e escritório de advocacia, todas tiveram contato com alguma aplicação web para desenvolver seus trabalhos e isso tem facilitado o conhecimento ao SEI. Suas idades ficam entre 22 e 27 anos.

odas elas ministraram o curso ou se revezam no atendimento do SEI. O treinamento é a principal forma de o servidor conhecer a ferramenta e tirar suas dúvidas quanto ao seu manuseio. Elas explicam que alterações de unidade, esquecimento de senhas, acesso ao sistema e ativação de cadastro são as principais dúvidas. As “cabeças do estado” estão nessa atividade desde 2017. Próximo ao Dia Internacional da Mulher (8), elas lembram da entrada no governo, na área de tecnologia em que é ocupada na maioria das vezes por homens.

O SEI foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), sendo uma plataforma que engloba um conjunto de módulos e funcionalidades que promovem a eficiência administrativa.

A inserção das mulheres nas funções inerentes à tecnologia é recente. Elas exercem atividades executadas anteriormente por homens. Para o Coronel Delner Freire, superintendente da EpR, o espaço conquistado é decorrente da elevada capacidade de resolução de problemas no atendimento ao usuário do SEI.

Segundo as mulheres do SEI,  a instrução junto ao sistema faz que o conhecimento a respeito do fluxo administrativo seja mais amplo, pois na ferramenta é possível se informar dos processos de todas as secretarias e usuários externos.

FONTE - Assessoria

Compartilhe